IDIOMAS

ptenfres

Sintomas Colelitíase (Pedra na Vesícula Biliar)

Sobre a Vesícula Biliar | Complicações Colelitíase | Diagnóstico Colelitíase | Tratamento Cirúrgico da Vesícula BiliarOrientação Pré-Operatória | Orientação Pós-Operatória | Perguntas Frequentes

Aproximadamente 70 a 80% das pessoas com litíase biliar permanecem sem sintomas por toda a vida.

É comum os cálculos biliares saírem da vesícula e se depositarem nas vias biliares, podendo circular e atingir o intestino delgado sem qualquer eventualidade. Quando os cálculos biliares causam obstrução parcial ou temporária de um  ducto biliar, o indivíduo apresenta dor. Isso ocorre porque eleva a pressão dentro da vesícula e ocorre distensão.

Quando há sintomas ele aparece por meio da cólica biliar que ocorre no momento em que o cálculo fica preso na saída da vesícula biliar, infundíbulo ou ducto cístico.

A cólica biliar é uma dor aguda e contínua, localizada na topografia da vesícula biliar ou acima do umbigo, podendo irradiar para a escápula direita. Na maioria das vezes, a dor aparece depois de refeições gordurosas e refeições após jejum prolongado.

Sua duração é normalmente de 1 a 5 horas, mas em casos em que essa dor persistir por mais de um dia deve ser pensado a possibilidade de ser colecistite ou inflamação aguda.

A cólica biliar pode se repetir em intervalos de dias ou meses.

Outros sintomas que podem acompanhar cada ocorrência de cólica biliar são as náuseas e vômitos. Em casos em que há inflamação dos canais ou da vesícula biliar, pode ocorrer febre.

Se a febre for muito alta e acompanhada de calafrios, pode indicar colangite.